III Curso de Capacitação das Unidades Regionais  do Pacto - GOVERNANÇA EM PAISAGEM realizado entre os dias 24 e 30 de outubro, Porto Seguro - BA, o curso contou com a presença de 13 Unidades Regionais do Pacto. 

Com o objetivo de encerrar à série de treinamentos das Unidades Regionais do Pacto, ocorreu na última semana do mês de outubro, o Curso sobre Governança em Paisagens, ministrado pela especialista Cora Van Oosten, da Universidade de Wageningen, Holanda. Esta capacitação foi fruto de um período intenso de muita articulação, não apenas para consolidar a parceria com Cora, como também para viabilizar os recursos e parceiros necessários para a realização do evento. Foram 7 dias de muita atividade prática e teórica, visitas à campo e trocas entre 15 representantes das Unidades Regionais!

 

Diferentemente dos demais cursos anteriormente realizados pelas URs, onde o foco eram as ferramentas e instrumentos do Pacto, este curso teve como objetivo pensar na atuação das intuições nos seus territórios, como agentes responsáveis pela integração de ações de restauração na paisagem, dentro de um contexto mais amplo, considerando questões ambientais, mas sobretudo, os aspectos sociais e econômicos da região. Com essa finalidade, foi escolhida a região do Corredor Monte Pascoal – Pau Brasil que abriga uma série de projetos e parcerias.

Foram realizadas visitas à campo, com o objetivo de conhecer os principais atores da região entre eles a Empresa Veracel Celulose, o projeto de Assentamentos Agroecológios (APRUNVE) – NACE-PTECA-USP e duas Unidades de Conservação, Pau Brasil e Monte Pascoal. Além disso tivemos a oportunidade de conhecer um pouco mais do trabalho de uma de nossas Unidades Regionais, o Natureza Bela, que entre outros projetos, atua junto a povos tradicionais na região, no Projeto da Cooplanjé, Coopertativa de florestamento e reflorestamento da aldeia Pataxó de Boca da Mata. Estivemos na área do viveiro e no reflorestamento realizado por essa parceria, e vimos que os desafios são grandes, mas o trabalho está sendo feito com muita luta e esperança. As mudas do viveiro estão belíssimas!

 

De volta a sala, trabalhamos intensamente sobre temas como paisagem, diagnóstico de capacidades de governança, liderança, conflitos, instituições, modelos de negócios entre outros. A partir daí, voltamos os olhares para cada instituição com o objetivo de estabelecer uma proposta de governança para as unidades regionais do Pacto. Ainda temos muito trabalho pela frente, mas sabemos que já temos algumas ferramentas para montar um bom portfólio de projetos.

 

Nós da coordenação acreditamos que essa série de capacitações foi o primeiro passo no sentido de descentralizar o movimento, valorizando o papel das unidades regionais e construindo uma visão compartilhada dos valores e objetivos o Pacto. Saímos fortalecidos e acreditando cada vez mais que é esse modelo de atuação que devemos seguir. Agradecemos nossos principais apoiadores nesta iniciativa: MMA/GIZ no âmbito do Projeto Biodiversidade e Mudanças Climáticas na Mata Atlântica, Veracel Celulose, Natureza Bela, e a todos os parceiros que nos receberam na região.

 

Nossa gratidão à Cora Van Oosten, pela parceria construída neste ano, pelos ensinamentos e entusiasmo. E por fim, nosso muito obrigado as Unidades Regionais, que entenderam que, Pacto somos de todos nós!

© 2016 Pacto pela Restauração da Mata Atlântica