Mulheres, Arranjos Produtivos e Restauração

INSTITUTO AUÁ

Mulheres parceiras no projeto.


Desde 2017 os projetos do Instituto Auá, que atua diretamente com dezenas de pequenos agricultores e beneficiadores artesanais da cadeia produtiva das nativas da Mata Atlântica junto ao Cinturão Verde de São Paulo, tem integrado a temática de gênero.


Missão - Valorizar o potencial humano e fortalecer empreendimentos

socioambientais para a sustentabilidade.


O projeto “Promoção de sistemas agroflorestais de espécies nativas da Mata Atlântica em áreas de mananciais” financiado pelo FEHIDRO (Fundo Estadual de Recursos Hídricos), foi o primeiro na instituição a incentivar as mulheres rurais a participar ativamente das capacitações e do planejamento de suas propriedades rurais. Com ênfase em espécies nativas com potencial de mercado, as capacitações envolveram tanto aspectos práticos, quanto empreendedorismo e planejamento do plantio e da produção de frutas nativas. Neste projeto, 33% dos participantes eram do gênero feminino.


Oficinas do Projeto.


Este projeto permitiu ainda, construir coletivamente a metodologia de SAF chamada “Pomares Mata Atlântica”. Já o projeto “Fortalecimento de produtoras(es) rurais e da cadeia produtiva de nativas da Mata Atlântica” financiado pela Fundação Banco do Brasil (FBB) com foco em mulheres, visa promover a melhoria do processo de produção e redução de perda da safra dos frutos nativos da Mata Atlântica, através do incentivo, engajamento, capacitação, fornecimento de equipamentos e assistência técnica as pequenas agricultoras rurais. Neste projeto, cada agricultora capacitada se torna multiplicadora das experiências em sua região.


Estes projetos representam um avanço no setor de restauração florestal e modelos a replicar, pois configuram enorme potencial produtivo em arranjos sustentáveis, assim como oportunizam trabalho e renda para as mulheres rurais, aliado à restauração da paisagem com o uso das espécies regionais. O foco em diversificação dos plantios, com atenção especial a fruticultura nativa, de crescente interesse no mercado, representa importante alternativa de renda para as famílias do campo e responde a boa parte da necessidade de recuperação das áreas degradadas.


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2016 Pacto pela Restauração da Mata Atlântica